Acesso profissionais Registe o seu consultório gratuitamente

10 dicas para tirar maior partido da psicoterapia

<strong>Artigo verificado</strong> por

Artigo verificado por Comité de MundoPsicologos

A maior parte das pessoas inicia uma psicoterapia para tentar solucionar algumas questões da sua vida. Como se pode tirar o máximo proveito da psicoterapia?

28 MAI 2019 · Leitura: min.
10 dicas para tirar maior partido da psicoterapia

Dar o primeiro passo e começar uma psicoterapia é um gesto que convém ser valorizado pois, nos dias que correm, ainda existe um certo estigma em relação a consultar um profissional de saúde mental. Felizmente, é um preconceito que tende a desaparecer e as pessoas sentem-se cada vez mais seguras ao procurar um psicoterapeuta quando necessitam de ajuda para resolver questões emocionais e psicológicas.

Neste artigo vamos dar-te 10 dicas para poder tirar o máximo proveito das suas sessões de psicoterapia que, ao mesmo tempo, lhe podem servir para entender um pouco de que se trata este processo.

1. A psicoterapia pode ser benéfica para qualquer pessoa

Como foi referido antes, cada um saberá quando a terapia faz mais sentido na sua vida. Consultar um especialista não significa ter uma doença mental, mas sim ter vontade de melhorar alguns aspetos da própria vida, ou a forma como se lida com eles.

2. Tenha sempre em mente que se trata de um trabalho de equipa

A psicoterapia não depende exclusivamente do paciente nem do terapeuta: é um caminho que é feito a dois e que o segundo ajuda o primeiro a pensar e a elaborar as suas emoções, de uma forma que os temas abordados vão surgindo com naturalidade.

3. Os caminhos da psicoterapia são escolhidos por si

Não se pode pedir a alguém que escolha um determinado caminho. Este é, essencialmente, escolhido pela pessoa que procura a terapia. É natural que se façam sugestões, mas não é possível obrigar alguém a seguir um determinado caminho na psicoterapia. Mais uma vez, trata-se de um trabalho conjunto.

4. As mudanças custam, mesmo quando ansiamos por elas

É importante estar preparado para as mudanças mas, ao mesmo tempo, aceitar que estar podem trazer alguma ansiedade e até desconforto. Abraçar a ideia de que a vida muda e ter confiança no futuro nem sempre é fácil.

psicoterapia-2-min.jpg

5. Uma psicoterapia tem altos e baixos

O caminho da psicoterapia não é sempre a subir. Por vezes há períodos de estagnação e até outros nos quais uma pessoa pode sentir que está a regredir. É natural, e todos os momentos fazem parte de um processo maior no qual o autoconhecimento é, esse sim, uma conquista constante.

6. Importância de manter um diário

Para manter algum registo da evolução que se vai fazendo, e elaborar mentalmente este caminho, escrever um diário pode ser uma excelente opção.

7. Perseverar acima de tudo

É importante não desistir perante as adversidades e tentar ao máximo concluir o processo de terapia, mesmo com as frustrações que o mesmo pode, nalguns momentos, implicar.

8. Cada um sente a vida à sua maneira

Não ter vergonha de expressar, nas consultas, tudo o que se sente é crucial para conseguir trabalhar os diferentes temas que forem surgindo. Os profissionais sabem que cada um sente a vida de uma maneira diferente e não irá, de modo algum, fazer juízos de valor face às emoções de alguém.

9. Esqueça as horas

Esta é uma dica mais prática, mas que pode ter um efeito decisivo na forma como usufrui das suas consultas. É o psicólogo que vai controlar o tempo de consulta, de modo que não terá de se preocupar com este tema. Permita-se abandonar-se na sua terapia sem estar com os olhos no relógio.

10. Tem dúvidas? Pergunte!

Pode acontecer que, durante uma consulta, o psicólogo empregue alguns termos que desconhece. Não fique com dúvidas: peça um esclarecimento e consiga, também assim, tirar o máximo proveito de tudo o que ouve numa sessão de psicoterapia.

Psicólogos
Linkedin
Escrito por

Marta Madeira CP 019810

Deixe o seu comentário