7 principais razões por que os casais discutem

Os casais discutem por muitos motivos. Neste artigo, apresentamos os temas que geram mais conflitos na vida a dois.

6 OUT 2020 · Leitura: min.

PUBLICIDADE

7 principais razões por que os casais discutem

No início da relação de casal, tudo o que o nosso parceiro faz parece gracioso, único e especial. Nada incomoda. Nem sequer a toalha molhada na cama, os roncos de madrugada ou o apego excessivo à sua mãe. Mas com o passar do tempo, quando a fase de enamoramento termina, passamos a ver o outro como uma pessoa real, com seus defeitos e qualidades. Embora esta mudança de percepção seja boa porque indica que a relação está a amadurecer, é aí que começam os problemas. 

Cada casal é um mundo e há muitos factores que podem gerar conflictos. No entanto, alguns deles são mais recorrentes. Neste artigo, apresentamos os temas  que geram mais discussões entre os casais para que seja possível prestar atenção especial neles e assim buscar soluções. 

1. Dinheiro e despesas

Este tipo de discussão ocorre normalmente quando o casal vive junto ou se casa, mas mesmo na fase de namoro já é possível notar como cada um gasta o dinheiro. Um pode ser gastador e o outro aforrador. Os casais também podem ter dificuldade em decidir se terão conta conjunta ou separadas. E se um quiser abrir uma conta conjunta e o outro hesitar, isso pode ser interpretado pelo primeiro como falta de confiança. 

Qualquer que seja a razão da discussão, o importante é saber que quando se trata de gerir as finanças, não há modelo melhor que o outro. O importante é sentir-se à vontade com a decisão tomada. 

2. Ciúmes

Sentir um pouco de ciúmes é normal e indica cuidado por quem amamos. Mas quando este sentimento é exagerado, é importante estabelecer um limite porque pode destruir a relação. Desde o início, ninguém deve submeter-se a tentativas de controlo. O seu parceiro não deve:

  • Ter a senha do seu telemóvel e e-mail
  • Controlar suas redes sociais
  • Dizer como deve vestir-se
  • Opinar sobre seus amigos
  • Perguntar com quem está a falar
  • Perguntar com quem está

3. Tarefas domésticas

A distribuição das tarefas domésticas é um problema de praticamente todos os casais. Segundo a conselheira matrimonial Rachel Sussman, este tipo de discussão ocorre porque uma das partes sente que está a fazer a maior parte do trabalho. Em casais heterossexuais, esta pessoa geralmente é a mulher, mas Sussman observa que frequentemente ouve os homens dizerem que fazem muito, mas que não têm seu esforço reconhecido. 

Uma forma simples de resolver esta questão é dividir as tarefas de uma forma igualitária e escrever em um papel o que cada um deve fazer diariamente. 

4. A chegada dos filhos

O nascimento dos filhos representa um antes e um depois na relação. É uma mudança tão profunda que pesquisas apontam que a maioria dos casais se separa antes de o bebê completar dois anos. Isso acontece porque o que casal que antes tinha tempo para desfrutar da vida juntos agora luta para conciliar todas as esferas da vida com a chegada de um novo membro na família. 

Se este for o seu caso, três factores podem ajudar a manter uma boa relação com o seu parceiro: 

  • Tenha em mente que é apenas uma fase de ajuste. Com o tempo, tudo se resolverá.
  • Seja afetuoso com o seu parceiro e faça demonstrações simples de afecto.
  • Veja os problemas de uma forma positiva, ou seja, como algo que pode ser controlado e resolvido.

5. Sexo

Um dos dois pode ter mais apetite sexual que o outro. Essa falta de equilíbrio pode levar a muitas discussões porque uma das partes se sentirá rejeitada. Além disso, nas relações de muitos anos, é difícil manter o desejo sexual aceso. 

A falta de atenção e afeto, a vergonha de experimentar novas fantasias, o cansaço e os problemas psicológicos são algumas das razões que levam o casal a não ter relações sexuais.

6. Trabalho

Os casais também discutem frequentemente sobre questões relacionadas com a vida profissional. Se um tem uma posição mais importante e passa mais tempo a trabalhar que o outro, isto pode criar uma enorme tensão. 

Em casais onde ambos têm muito sucesso profissional, pode haver uma competição silenciosa de quem obtém a posição mais alta ou de quem ganha mais.

7. Os sogros

Como lidar com os sogros é um motivo comum de brigas entre os casais. Estudos indicam que 75% dos casais experimentaram algum tipo de problema com os seus sogros. Isto acontece porque muitas vezes o filho ou filha não sabe como estabelecer um limite para as opiniões dos seus pais, o que acaba por levar o outro a ter que agir. 

Ao decidir viver com outra pessoa, é importante saber que a partir deste ponto não deve deixar a sua família ultrapassar os limites da sua intimidade. Lembre-se que os seus pais já fizeram a vida deles e agora é a sua vez de viver a sua com a pessoa que escolheu, da forma como decidir. 

Discutir não é negativo

Como se pode ver, as razões pelas quais os casais discutem são muitas, mas estas discussões não devem ser vistas como algo negativo. A discussão é o que nos permite expressar o que sentimos e pensamos. Ajuda a melhorar e a reforçar a relação.

O problema é a forma como discutimos. Saber como comunicar é fundamental para que a discussão seja frutuosa. Colocar-se no lugar da outra pessoa, não ter necessidade de ganhar ou ter sempre razão, fazer perguntas para compreender melhor o que se passa e ser assertivo são algumas das dicas que tornarão a comunicação entre o casal muito mais eficaz.

PUBLICIDADE

Psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.pt

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE

últimos artigos sobre problemas e transtornos