O que é a co-dependência, sintomas e tratamento

A co-dependência é uma condição psicológica na qual a pessoa afectada estabelece um apego excessivo a alguém. É comum nas relações de casal, mas pode ocorrer entre amigos e familiares.

5 OUT 2020 · Leitura: min.

PUBLICIDADE

O que é a co-dependência, sintomas e tratamento

A co-dependência é uma condição psicológica na qual a pessoa afectada estabelece um apego excessivo a alguém. Embora seja muito comum nas relações de casal, a co-denpedência também pode ocorrer entre amigos e familiares.

O co-dependente coloca sempre os desejos e vontades do outro em primeiro plano. Esquece suas vontades e sacrifica seus própios interesses. Essa dedicação extrema e servil afeta de forma negativa todas as esferas da sua vida. Para que a co-dependência exista, é necessário não só o indivíduo dependente como também uma segunda pessoa que necessita e aprecia esta dedicação exclusiva. Uma vez que existe um dominador e um dominado, não é raro a con-dependência resultar em abuso emocional e físico.

Principais sintomas da co-dependência

A co-dependência apresenta sintomar comportamentais e pasicológicos, entre os quais se destacam:

  • A pessoa só fica feliz quando se está a fazer algo pelo outro. É incapaz de ter planos individuais. Não tem identidade nem interesses próprios.
  • Baixa auto-estima. Isso faz com que o dependente emocional se sinta inferior e tente compensar essa percepção através da subordinação ao outro
  • Sentimento de vazio e tristeza quando não está com a outra pessoa. Nada tem graça. É incapaz de relaxar e desfrutar de outras actividades quando se está sozinho.
  • Continua na relação mesmo quando o outro lhe faz mal. Ignora os seus próprios valores e desejos para satisfazer a vontade do parceiro.
  • Tem muita dificuldade em dizer não
  • Necessidade constante de aprovação, uma vez que a única opinião que importa é a do parceiro.
  • O apego é tão obsessivo que não consegue terminar a relação. O dependente emocional sente pânico mesmo quando está separado do outro durante pouco tempo. Nestas ocasiões, ele precisa constantemente de saber onde e com quem o parceiro está, o que está a fazer, etc.
  • O círculo social é muito pequeno porque todo o tempo que tem disponível é dedicado ao casal.
  • Idealização do outro, que é visto como alguém perfeito. As virtudes são exaltadas e os defeitos minimizados.

Tratamento para a co-dependência

O primeiro passo para lidar com a co-dependência é reconhecer que precisa de ajuda e querer mudar a sua vida. Também é importante:

  • Começar a investir emseus próprios interesses. Descubra os passatempos e actividades de que gosta. No início pode passar pouco tempo nestas actividades e aumentar a frequência quando se sentir mais confortável.
  • Voltar a entrar em contacto com amigos e familiares. Estas pessoas podem fazer-lhe companhia, ajudá-lo a descobrir as suas qualidades e a equilibrar melhor as esferas da sua vida.
  • Ter em mente que o tratamento exigirá esforço e empenho. A conquista da individualidade e da auto-estima exigirá uma mudança de mentalidade que leva tempo. É preciso ser paciente para não desistir.
  • Estar preparado para a ruptura da relação, pois talvez a pessoa que está habituada a ter todos as suas vontades atendidas não compreenderá esta mudança no seu comportamento.
  • Se vir que não pode sair sozinho deste ciclo, não hesite em procurar ajuda de um psicólogo especializado em co- dependência. Em muitos casos, o apoio de um psicólogo profissional é decisivo para deixar de ser co-dependente.

 

PUBLICIDADE

Psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.pt

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE