Angústia de um amor antigo

Realizada por >Patrícia Pais · 17 jun 2020 Desenvolvimento pessoal

Eu tenho 24 estou numa relação há 1 ano e 7 meses. Mas isto que vou contar tem afetado a minha vida toda.
Eu no 8° ano apaixonei me por um rapaz do 10° e era uma turma do de rapazes e quando descobriram que eu gostava dele gozaram imenso comigo sofri mesmo de bullying passava no corredor chamavam me de gorda e isso. Eu nesse ano até chumbei então quando foi o ano seguinte parecia que algo tinha mudado que ele estava a gostar de mim tmbm devido a certas atitudes. Depois ele saiu da escola e eu continuem e até hoje já lá vão 9 anos que não o vejo em pessoa. Mas isto mexe me imenso com a minha cabeça pq n tive oportunidade de o conhecer ou de ter uma relação e eu preciso de superar isto para mim própria porque já estou há muitos anos nisto e não me trás nada de bom. Preciso de ajuda por favor ajudem digam me o que posso fazer para conseguir superar isto pq hoje tenho uma relação não interfere mas às vezes sonho com essa pessoa e penso que estou a trair o meu namorado.

Resposta enviada

Em breve iremos verificar a sua resposta para posteriormente a verificar

Ocorreu um erro

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 6 MAR 2021

Olá Patrícia!
De acordo com aquilo que expõe, parece que aquilo que a incomoda relativamente a esse episódio da sua vida não são as situações em si (gostar do rapaz, não ser correspondida inicialmente, comentários dos colegas de turma dele, ...) mas sim a dificuldade que teve em gerir tudo isso na altura. De algum modo, é como se fosse uma situação não resolvida e num plano muito concreto, nunca aconteceu nada o que torna mais difícil o processo de luto (leia-se luto enquanto processo de superação da perda). Por outro lado, existe aqui outro aspeto importante: a idade em que aconteceu e que estaria por volta dos 13/ 14 anos, momento em que aprendemos a lidar com as nossas decepções amorosas e em que tudo é novo e o sofrimento tende a ser particularmente mais intenso (como se o mundo fosse acabar).
Como resolver? De forma muito básica, sugiro que assuma esse episódio da sua vida como algo seu, o eventual primeiro "crush" mas que tem a importância que lhe quiser dar e a verdade é que não lhe quer nada importância alguma. Sei que não é facil atenção mas garanto que é possível!
Espero (e torço para) que consiga!
Bem haja!

Bernadette Matos-Lima Psicólogo em Porto

5 respostas

8 votos positivos

Contactar

A resposta foi útil para si?

Agradecemos a sua avaliação!

Psicólogos especializados em Desenvolvimento pessoal

Ver mais psicólogos especializados em Desenvolvimento pessoal

Outras perguntas sobre Desenvolvimento pessoal

Explique o seu caso aos nossos psicólogos

Publica a tua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Necessitas escrever mais 50 caracteres

Tua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a tua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o teu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o teu anonimato

Tua pergunta está a ser revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, usa o buscador para conferir as respostas

psicólogos 700

psicólogos

perguntas 50

perguntas

respostas 50

respostas