Meu marido me deu o primeiro tapa o que eu faço?

Realizada por >Jessy · 2 mar 2023 Violência de género

Eu não posso comentar nada em casa pq ele me manda embora, fala que se eu estou insatisfeita pra mim ir embora.
Se eu pedir para ele arrumar uma cama eu viro uma ingrata, disse que lugar de mulher é lá em baixo, que nenhuma mulher vai mandar nele, fica invertendo situações para me fazer de mentirosa, e hoje discutimos e ele me deu um tapa no rosto, disse que tenho que respeitá-lo, me jogou em cima da cama.
Eu estou tão chateada me sinto um lixo, como se a culpa fosse minha.

Resposta enviada

Em breve iremos verificar a sua resposta para posteriormente a verificar

Ocorreu um erro

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 18 MAR 2023

Ola Jessy
agradeço a partilha!
Um dos pilares de uma relação é o respeito...quando este falha, a "casa fica torta". Perceba o que sente, o que quer, o que ambiciona para si daqui a muitos anos, procure ajuda especializada para se perceber....se a violência persistir faça queixa nos devidos locais....
Coragem

Raquel Broegas Psicólogo em Almada

302 respostas

314 votos positivos

Fazer terapia online

Contactar

A resposta foi útil para si?

Agradecemos a sua avaliação!

4 MAR 2023

"...me deu um tapa..."
Todo o relacionamento deve ter como principio o respeito mútuo.
Sabendo que existem tensões frequentes entre o casal, partir para a violência, seja física ou psicológica não é um bom sinal.
Procure que o marido perceba o que sente.
Se a violência persistir não deixe avançar e procure ajuda oficial.
Quando as relações se tornam violentas é altura de procurar alternativas. Procure sua independência financeira para que possa tomar a decisão de seguir outro caminho.

Em frente, sem medo
Delfim Alves Fidalgo

Delfim Alves Fidalgo Psicólogo em Gondomar

796 respostas

171 votos positivos

Contactar

A resposta foi útil para si?

Agradecemos a sua avaliação!

4 MAR 2023

"...meu marido me deu primeiro tapa..."
Não é bom sinal a violência entre pessoas, no entanto todas as sociedades têm seus momentos de violência.
Violência entre motoristas, entre adolescentes, entre vizinhos.....
Parece que esse tapa foi a continuação de violência psicológica continuada.
A pessoa que é sujeito à violência, normalmente, por algum jeito, é dependente do violento.
Pode não ter independência finanaceira e/ou emocional, ou outra.
Procure o diálogo.
Se com diálogo continua a violência tem sempre ajuda institucional, fazendo queixa.
Não é bom deixar avançar para uma situação de difícil relação

Em frente, sem medo
Delfim Alves Fidalgo

Delfim Alves Fidalgo Psicólogo em Gondomar

796 respostas

171 votos positivos

Contactar

A resposta foi útil para si?

Agradecemos a sua avaliação!

Psicólogos especializados em Violência de género

Ver mais psicólogos especializados em Violência de género

Outras perguntas sobre Violência de género

Explique o seu caso aos nossos psicólogos

Publica a tua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Necessitas escrever mais 3900 caracteres

Tua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a tua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o teu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o teu anonimato

Tua pergunta está a ser revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, usa o buscador para conferir as respostas

psicólogos 1050

psicólogos

perguntas 3900

perguntas

respostas 1550

respostas