6 sinais que estás a pasar por uma crise de casal

Qualquer relação longa já passou ou irá passar por uma crise. É natural. No entanto, saber reconhecer quando ela acontece para poder agir é o que vai determinar o futuro do relacionamento.

5 NOV 2020 · Leitura: min.

PUBLICIDADE

6 sinais que estás a pasar por uma crise de casal

Toda relação duradoura passam por fases difíceis. Algumas destas crises são temporárias e fáceis de resolver, enquanto outras chegam como uma tempestade. Deixam-nos sem rumo e podem culminar com o rompimento da relação.

Muitas vezes, após uma discussão acalorada com o nosso parceiro, a primeira pergunta nos vem à cabeça é "A relação está em crise?". É normal ter este pensamento, visto que os casais em crise costumam brigar muito. No entanto, as discussões frequentes não são o único sinal de que a relação não está a correr bem. Há muitos outros. A seguir, verás os 6 principais: 

1. Perda da vontade de estarmos juntos

Em uma relação saudável, é natural que cada tenha os seus próprios sonhos, desejos e planos independentes. No entanto, se o casal abandonou projectos em comum, que antes geravam ilusão, para cada um focar na sua própria vida pode ser um sinal de crise. Não encontrar tempo para desfrutar um do outro e crescer juntos significa que a relação já não é uma prioridade.

2. Críticas constantes

Se tudo o que o teu parceiro faz parece errado e as críticas são constantes, pode ser uma forte indício de que a relação está a atravessar um período turbulento. Um sinal da crise dos dois anos, por exemplo, é o aumento das críticas. Isto acontece porque é precisamente nesta fase da relação que deixamos de idealizar a outra pessoa para o vê-la realmente é.

3. Conversas superficiais

Se já não sois capazes de abrir o coração e falar de questões mais profundas como costumáveis fazer, isso pode significar que estais a afastar-se emocionalmente. Se conversas que antes fluíam agora terminam com respostas abruptas de "sim" ou "não", é um sinal que já não sois confidentes um do outro, e que a ligação está mais fraca. 

4. Menos sexo

Não somos máquinas e cada casal passa por fases em que a frequência das relações sexuais diminui (seja por causa da chegada de um bebé, seja por causa da elevada carga de trabalho ou por qualquer outra razão que gera stress). Isto é normal. Mas se os encontros sexuais deixaram de ocorrer e isto se tornou a regra, pode ser um problema. O sexo cria uma profunda ligação física e emocional que é muito importante para a união do casal.

5. Muitas brigas

Passada a fase de lua-de-mel, praticamente todo casal discute. No entanto, há uma diferença enorme entre uma discussão saudável e uma destrutiva. Se nos magoarmos mutuamente com desprezo, crítica e ficamos na defensiva, é impossível manter a proximidade e o afecto.

Por outro lado, quando um casal não briga por nada, pode também ser um indício de algo não vai bem. Ou uma das partes desistiu de lutar pela relação ou há alguém dominante, que tem todas as suas vontades satisfeitas, o que também não é nada bom.

6. Queda dos momentos positivos partilhados

Comíeis toda semana em restaurante diferente e agora apenas jantais em casa (e com os dois a olhar para os seus telemóveis)? Há quanto tempo não dais uma escapadela de fim-de-semana? Ao reduzir a quantidade destes momentos felizes a dois, também irá reduzir a qualidade da relação.

Dicas para superar uma crise de casal

Devido ao medo da perda e do abandono, muitas vezes tememos entrar em conflitos. Além disso, segundo o sociólogo Zygmunt Bauman, a sociedade atual está muito marcada por "amores líquidos", ou seja, os laços afectivos estabelecidos hoje em dia são frágeis e difíceis de sustentar.

De acordo com Bauman, consumimos tudo, até mesmo o amor. E, ante os primeiros sinais de dificuldade, preferimos desistir da relação em vez de trabalhar para que ela funcione. 

Infelizmente, muitas vezes esquecemo-nos que as fases conflituosas nos ajudam a crescer como indivíduos e como casal. Então, se estiveres a atravessar uma crise na tua relação, não desanime e tenta ver a situação em perspectiva.

Veja esse período como uma oportunidade para se reconectar com o seu parceiro, reforçar o compromisso e melhorar a qualidade do relacionamento. Tente construir a resiliência. Ser um casal resiliente não significa manter uma relação infeliz, mas lutar para superar problemas e sair de uma crise ainda mais forte.

Quer salvar a tua relação, mas não sabes por onde começar? Abaixo verás algumas dicas valiosas: 

1. Aumenta as interacções positivas

Algumas pesquisas mostram que um casal feliz costuma ter cinco interacções positivas para cada uma negativa. Então, se notar que estais a ter mais problemas do que bons momentos juntos, tenta reverter esse quadro. Podeis ir a um lugar desconhecido, planear uma noite romântica, fazer uma viagem juntos... Há muitas maneiras de criar lembranças positivas!

2. Melhora a comunicação e usa mensagens EU

Ao usar "eu" em vez de "tu" estabelecemos uma comunicação respeitosa porque  deixamos claro que não estamos a culpar a outra pessoa, mas que somos responsáveis pelos nossos próprios sentimentos e necessidades.

Em vez de dizer "nunca fazes as tarefas domésticas", podes dizer "sinto-me mal e cansada quando não partilhas as tarefas domésticas comigo. Como podemos melhorar?". Esta forma de comunicação respeitosa encorajará o receptor da mensagem a ouvir, pois ele não sentirá que há uma acusação por trás da tua fala. Com isso também será possível evitar a escalada do conflicto.

3. Foca no presente

O que passou, passou. Tenta não se deter nos conflitos do passado. Muitas vezes, acumulamos as nossas frustrações e quando discutimos voltamos a trazer à tona todos os danos causados pelo outro no passado. Este comportamento é um desperdício de energia. Não ajuda a encontrar soluções para os problemas actuais e só irá desgastar ainda mais a relação.

4. Não se esqueça porque estais juntos

Muitas vezes, quando estamos a atravessar uma crise, focamos apenas nas coisas ruins da relação. Esquecemo-nos de pensar porque é que escolhemos estar com tal pessoa. Assim, tenta não focar no que o seu parceiro não está a fazer bem para ver a situação como todo. Se refletir com calma, com certeza encontrarás mais pontos positivos do que negativos no seu companheiro.

PUBLICIDADE

Psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.pt

Bibliografia

Benny Bong, Couples in Crisis - How to Avoid Common Pitfalls in Your Marriage; Armour Publishing (2008).

Anna Aslanian, For Better or for Worse: Conflict and Connecting in Crisis: https://www.gottman.com/blog/for-better-or-for-worse-conflict-and-connecting-in-crisis/

Simon Baron-Cohen, The Essential Difference: The Truth About The Male and Female Brain. New York: Basic Books (2003). 

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE

últimos artigos sobre terapia de casal