O que fazer quando o desejo sexual acaba?

Por que com o tempo o desejo sexual diminui? O que fazer quando a chama da paixão se apaga? Neste artigo explicamos como reavivar o sexo na relação.

13 OUT 2020 · Leitura: min.

PUBLICIDADE

O que fazer quando o desejo sexual acaba?

No início do relacionamento, o sexo pode acontecer em qualquer lugar e a qualquer momento. Esta química sexual é um dos pilares que ajudam o casal a criar um laço mais forte. No entanto, com o passar dos anos, as carícias diminuem, os beijos se tornam mais escassos e a chama do desejo, que antes era viva e constante, se apaga.

Muitos casais passam meses sem nenhum contacto sexual e quando finalmente têm uma relação ela não é prazerosa. Um estudo da Universidade de Chicago revelou que 15% dos casais americanos que vivem juntos passam entre 2 e 6 meses sem sexo.

Segundo os psicólogos, a redução do desejo sexual é comum e ocorre devido a diversos factores. Entre eles, os principais são:

  • Rotina familiar
  • Problemas financeiros
  • Chegada dos filhos
  • Carga de trabalho elevada
  • Stress
  • Desequilíbrio Hormonal
  • Falta de comunicação
  • Pouco tempo para seduzir o outro
  • Uso excessivo de dispositivos electrónicos
  • Falta de novidade ao fazer sexo sempre com a mesma pessoa

No entanto, embora seja comum, a falta de desejo nem sempre significa ausência de amor ou representa o fim da relação. A chama da paixão pode ser recuperada. Tudo depende de como o casal actua para voltar a sentir vontade de ter relações sexuais. 

Quando falamos de sexo, as carícias têm a mesma importância que o coito. E existem múltiplas opções para desfrutar da nossa sexualidade: massagens, olhares, beijos. Sonia Ensinas, sexóloga.

Como recuperar o apetite sexual?

Para reverter a situação, os psicólogos afirmam que o desejo sexual deve ser constantemente alimentado. Logo, o casal precisa de fazer um esforço para se reconectar e procurar viver experiências que alimentem a sexualidade. Algumas estratégias são fáceis de implementar e podem ser bastante eficazes quando queremos aumentar o desejo sexual:

1. Conversa com o teu parceiro

O primeiro passo é ter uma conversa franca sobre o tema. Pergunta ao teu compannheiro como se sente e o que gostaria de fazer nos momentos íntimos. É muito importante que cada um seja capaz de identificar as falhas e propor soluções.

2. Proponha um detox tecnológico

As pessoas estão tão conectadas que já não têm tempo de olhar umas para as outras. Se o desejo sexual no teu relacionamento acabou, procure fazer um detox digital quando estiver com o teu parceiro. Estabeleça um horário para desligar os telemóveis, a televisão e o computador. Isso ajudará a redescobrir o prazer de estar juntos. Se der espaço, verá que o sexo acontecerá naturalmente.

3. Cuide da tua aparência física

Muitas pessoas quando estão em uma relação longa se acomodam e deixam de se preocupar com a aparência. Ganham peso, já não praticam desporto, deixam de se cuidar. Isso tem um impacto na autoestima e também na vida como casal. Todos gostamos de estar com alguém que se ama. Se estiver sedentária, este é um bom momento para voltar a fazer exercício físico. A actividade física regular tem um impacto positivo no bem-estar geral, e isso pode contribuir para a volta do desejo. 

4. Cultiva a relação fora da cama

Se a ligação não for boa em outras áreas, é pouco provável que o sexo flua bem. É importante reservar um tempo para se divertir juntos, fazer carinho e falar sobre temas que interessam a ambos. O afecto e o toque nestes momentos ajudarão a acender a chama da paixão com o teu parceiro.

5. Não se compare

Cada casal é um mundo. Enquanto alguns estão satisfeitos por terem muitas relações sexuais por semana, outros estão contentes com um número menor. O importante é encontrar um equilíbrio que possa mantê-los juntos e felizes. Foca na qualidade do encontro sexual. Invista em realizar fantasias, use a tua imaginação e desperta os teus sentidos para reavivar o prazer.

PUBLICIDADE

Psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.pt

Bibliografia

Adriano Miranda, "Não nos podemos sentar no sofá à espera que o desejo apareça": https://www.publico.pt/2019/02/11/impar/entrevista/ha-mitos-podem-prejudicar-vida-sexual-satisfatoria-1860368

Loss of libido (reduced sex drive): https://www.nhs.uk/conditions/loss-of-libido/

Northern Ireland Direct Government Services, Loss of Libido: https://www.nidirect.gov.uk/conditions/loss-libido

Johns Hopkins Medicine, Low Sex Drive: https://www.hopkinsmedicine.org/health/wellness-and-prevention/low-sex-drive-could-it-be-a-sign-of-depression 

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE

últimos artigos sobre terapia de casal